Header AD

Corações de Ferro (Fury)




Corações de Ferro (Fury, 2014) é um filme sobre a crueldade da guerra. 

Eu já havia explicado aqui, ao escrever sobre O Grande Herói (Lone Survivor, 2013), um dos motivos de eu não curtir tanto filmes de guerra. Bom, Corações de Ferro é um filme de guerra... mas eu curti muito. E tive que vir aqui escrever este texto principalmente para eu mesmo entender o porquê de ter gostado tando deste filme, o que o diferencia das últimas grandes produções sobre o tema (e também por que já fazia um tempo que eu não escrevia).

Primeiro motivo: não é baseado em fatos reais. Tudo bem que muita gente gosta de filmes baseados em histórias reais, não é à toa que das oito indicações ao Oscar de melhor filme quatro são de obras baseadas em fatos que aconteceram. No entanto, este tipo de filme acarreta uma série de problemas e um dos principais deles é ter que escolher um certo ponto de vista pra contar esta história, e no caso dos filmes de guerra este é geralmente o dos vencedores que, até quando perdem a guerra, são os americanos (uma linda exceção é a obra prima Apocalypse Now, 1979). Um exemplo bastante claro e recente disto é Invencível (Unbroken, 2014) que até é relativamente bem dirigido pela Angelina Jolie, mas peca no roteiro por tentar criar (de forma até bem forçada) a imagem deste herói norte americano. Não estou dizendo que em Corações de Ferro isso não exista, é claro que existe, mas bem de leve e sem exagerar na dicotomia "bem vs. mal".


Segundo motivo: não se passa em nenhum momento "especial" da Segunda Guerra. Nenhum momento crucial como em O Resgate do Soldado Ryan (Saving Private Ryan, 1998), Pearl Harbor [argh!] (2001) ou A Queda! As Últimas Horas de Hitler (Der Untergang, 2004). Corações de Ferro se passa nos últimos dias da guerra, quando todos sabiam que seu fim estava próximo, mas se perguntavam porquê estava demorando tanto. E retrata um grupo de tanques de guerra, um dos instrumentos de guerra em que os americanos eram bastante inferiores aos alemães. Um dos tanques, o Fury que dá nome ao filme, é habitado (sim, eles chamam o veículo de casa) pelo grupo de personagens principais que, logo no início, acabara de perder um de seus integrantes. Ao retornarem para a base recebem um substituto, o jovem e inexperiente Norman, interpretado por Logan Lerman.


Terceiro motivo: personagens escrotos. Como já havia dito nenhum dos protagonistas de Corações de Ferro é um herói. Tudo bem que o grupo sobreviveu a inúmeras batalhas desde quase o início da guerra etc, etc, mas o que eu quero dizer é que nenhum deles tem apenas bondade e coragem em sua essência. Comecemos pelo incrível Brad Pitt (todo mundo sabe que eu pago pau pra esse feladaputa), Don 'Wardaddy' que, como líder, deve conseguir instigar e ao mesmo tempo manter a calma do grupo, ou seja, deve segurar a barra pra manter os outros fortes, o que, convenhamos, não deve ser lá muito fácil numa guerra, o que fica claro quando Don se afasta do grupo para colocar pra fora a dor da perda de um dos integrantes do tanque. Por outro lado Don apresenta, por várias vezes, uma crueldade sintomática do campo de batalha quando, em um dado momento, obriga o jovem e amedrontado Norman a executar um oficial da SS à queima roupa. Boyd 'Bible', interpretado por um inspirado Shia LaBouf, nos apresenta um soldado religioso (por isso o apelido) e quase sempre silencioso, e é interessante notar como seus olhos estão quase sempre marejados de lágrimas o que nos diz muito sobre o personagem compensando a relativa falta de palavras. Por outro lado temos o falastrão Grady 'Coon-Ass' (Jon Bernthal), talvez a maior surpresa do filme para mim e o personagem mais complexo da história, sempre falando em matar nazis e foder mulheres alemãs ou perturbando seus companheiros, sendo o que menos demostra respeito por Don apenas por birra. Em alguns momentos pode parecer até que Grady gosta daquilo tudo, de estar na guerra, o que depois percebemos, não é verdade. Por fim, temos os dois personagens mais apagados 'Gordo' (Michael Peña) e o que deveria ser o protagonista do filme Norman (Lerman).


Onde se pode ler mais profundamente as personagens, e na minha opinião a melhor sequência do filme, é em um dos poucos momentos onde não estão em campo de batalha (e para isso é interessante perceber o único momento nos dois primeiros atos onde as cores tornam-se mais quentes), quando entram em uma casa onde estão duas alemãs. Aqui podemos observar cada um dos personagens individualmente e ao mesmo tempo o comportamento do grupo como um todo. 

Pra terminar é importante dizer que o filme conta com ótimas cenas de ação, com destaque para o embate entre o já velho e danificado tanque Fury e um robusto Tiger alemão, além da crueza de algumas fortes imagens da guerra como quando Norman ao limpar o tanque por dentro encontra parte de um rosto humano dilacerado ou o inesquecível plano do tanque passando por cima de um cadáver já flácido misturado à lama. O momento de maior ação do filme é o terceiro ato, com uma batalha beirando o absurdo.

PS: algo chama a atenção de qualquer um que assista o filme, tanto que eu nem precisaria dizer aqui pra todos saberem do que estou falando. O que são aqueles raios laser? Eu tenho certeza que aquilo deve ter alguma explicação lógica. Por gentileza, se alguém souber explicar aquilo use os comentários para matar minha curiosidade, ficarei agradecido.

Corações de Ferro (Fury) Corações de Ferro (Fury) Reviewed by Elvio Franklin on 2/09/2015 09:35:00 AM Rating: 5

4 comentários

  1. Concordo contigo amigo em todos os quesitos,sbre os "Raios Lazer" posso te ajudar pois servi no 13ºRegimento de Cavalaria Mecanizado,sou um boina preta com orgulho,blindados são minha paixão!
    Esses raios de luzes verdes e vermelhos,são nada mais nada menos que munições "traçantes" que possuem em sua composição de polvora "fósforo",que ao queimar a polvora produz essa coloração que pode variar de fabricante para fabricante,o essas munições são somente utilizadas a noite(pode reparar,alias os Snipers não as usam por motivos obvios),qual sua utilidade afinal? realizar uma analize de mira,por exemplo:
    Está escuro,você não vê porra nenhuma correto? CERTO! então avista o nimigo e só encherga um pouco,essa munição te ajuda a ver aonde esta indo seu tiro,sem o auxilio da massa de mira da arma(Inutil a noite,tirando Snipers,que na maioria das vezes possuem visão noturna encorporada em seus Scoops)enfim,é isso caro amigo espero ter sanado sua duvida,e espero conversar mais sobre nobre arte da guerra.

    Att. Augusto "Cremasco" Felini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado mesmo pela informação. Desdde que havia publicado o texto estava esperando uma explicação sobre isso.

      Vlw.

      Excluir
    2. a explicação do Guh TK foi bem completa. mas no filme, o personagem "gordo" explica ao novato que a cada 5 tiros, um sai traçado pra auxiliar a mira. achei bem interessante esse artificio.

      estava aqui procurando se a história foi baseada em fatos reais. gostaria que tivesse sido.

      valeu, abraço.

      Excluir
  2. Ir para a chegada deste filme para filme causou uma grande celeuma. Acredito que o cinema americano Sniper, uma estreia recente do estréias HBO , poderia competir com o Hearts of Steel, pessoalmente eu gosto mpa em primeiro lugar, eu acho que ele oferece uma história mais convincente, mas é claro que as opiniões irão variar.

    ResponderExcluir