Header AD

TOP 10 - Os Games da Minha Vida

Essa lista surgiu a partir de uma conversa com uma amiga, nela revisitei todos os jogos que de uma maneira especial marcaram minha vida. Resolvi compartilhar um pouco dessa experiência pessoal com vocês, espero que gostem.

10 – The Last of Us (Ps3; Ps4)


Esse jogo é o único das últimas gerações a estar na lista, porém é impossível deixá-lo de fora. Com gráficos absolutamente perfeitos e uma história de encher os olhos de lágrimas, The Last of Us foi campeão de prêmios e indicações. A jogabilidade é envolvente e os personagens carismáticos demais, é impossível não se emocionar com Joel e Ellie e sua constante luta pela sobrevivência em um mundo infestado por um vírus. Além dos monstros que aparecem, eles tem que lutar contra a ganância dos sobreviventes que parecem, cada vez mais, esquecer o que é ser humano.


09 – Metal Gear Solid 3 Snake Eater (Ps2; Ps3; 3DS)


Joguei essa obra-prima do mestre Hideo Kojima no auge do PS2, os gráficos desse jogo são lindíssimos para a plataforma da Sony, elas levam o PS2 ao máximo de rendimento. O jogo conta com um enredo simplesmente brilhante, se passando no período da Guerra Fria. É um jogo de espionagem, mas também de entender como funciona a relação entre mestre e aprendiz. A jogabilidade flertava tanto com o realismo, que o protagonista tinha que comer para poder ter estamina e resistência.  Metal Gear Solid 3 Snake Eater foi outro que me levou às lágrimas em seu final, principalmente depois da luta contra o último Boss.


08 – Super Mario Bros 3 (NES; SNES)


Esse clássico do nintendinho marcou minha infância, eu tinha o cartucho, mas nunca consegui terminar o jogo naquela época. Apesar da história do Super Mário ser clichê, o que me prende a esse jogo é sua jogabilidade e sua dificuldade, só consegui terminá-lo anos depois jogando em um emulador. Ao falar desse jogo, sempre fico preso ao sentimento nostálgico do início dos anos 90, de acordar cedo só para minha mãe o colocar para eu jogar.


07 – Super Metroid (SNES)



Esse foi outro jogo que me tomou horas e horas em frente a TV. Contava a história de Samus ao explorar um planeta infestado por alienígenas hostis. Super Metroid é dificílimo para a época e lembro muito bem quando eu finalizei pela primeira vez. A felicidade foi tão grande que sai para avisar para meus amigos vizinhos que tinha finalmente terminado essa obra de arte.


06 – Super Mario World (SNES)




Segundo jogo do encanador bigodudo na lista, Super Mario World foi o cartucho que acompanhou meu Super Nintendo em 1996. Na época, comprar cartuchos era caríssimo, então joguei até a exaustão esse jogo, lembro de jogar com minha mãe para ver quem fazia mais pontos (objetivo nem era terminar o jogo), depois que descobri que o jogo tinha vários caminhos não descansei até fazer todos e conseguir o máximo de progresso no jogo.


05 – Pokémon Blue (GB)


Esse jogo é um marco na minha vida, foi meu primeiro portátil e meu primeiro Pokémon. Foram horas, dias, semanas de jogatina a finco. Levava para o colégio, jogava escondido, quando viajava para Sobral ia jogando a viagem inteira, era um mundo novo, um novo universo. Foi uma época de muita felicidade, apesar de o jogo não trazer nenhuma novidade em gameplay ou gráficos lindos, Pokémon Blue vive no meu coração pelas divertidas horas que me proporcionou.


04 - Chrono Trigger (SNES; DS)


Um jogo que tem personagens desenhandos por Akira Toriyama, produzido pela Square e com viagem no tempo não tem como dar errado. Esse jogo entra no hall de obras-primas da arte dos games, é lindíssimo visualmente e tem uma das histórias mais bem elaboradas para um RPG. Os personagens são carismáticos demais e você se emociona a cada decisão deles, é um dos jogos que vale a pena sempre jogar novamente

A partir daqui os 3 primeiros poderiam trocar de lugar facilmente, vou postar na ordem abaixo pelo que eles representam hoje.


03 – Final Fantasy 7 (PS1)



Esse jogo marcou minha adolescência e foi, sem dúvida, o jogo que mais joguei na vida (ainda jogo de vez em quando), ele foi responsável por cultivar uma das amizades que mais gosto e que carrego até hoje. O jogo foi revolucionário para época, gigantesco, garantia mais de 70 horas de gameplay para completar o jogo 100%, sem falar dos personagens carismáticos e do enredo sensacional, da trilha inesquecível (até hoje eu escuto ela orquestrada). Final Fantasy 7 é sem dúvida um dos jogos da minha vida.


02 – Final Fantasy 6 (SNES; PS1)


Sem dúvida o melhor RPG que joguei na minha vida. TODOS, absolutamente, todos os personagens são bons, há um apego enorme a todos, sem falar que eles são tão grandiosos que por vezes confundimos quem é o protagonista da história. Esse jogo foi a despedida de Final Fantasy do Snes e o fez com chave de ouro. Esse jogo tem uma das minhas personagens favoritas de todos os tempos – Celes. O enredo é brilhante e a trilha sonora memorável. Hoje em dia tenho muita vontade de rever esse jogo e me divertir horas e horas com ele.


01 – The Legend of Zelda Ocarina of Time (N64)



Perfeição é o que melhor define esse jogo. Em todos os sentidos, gameplay, trilha, história etc. Eu finalizei esse jogo em locadora, com 100% de campanha, a sensação foi indescritível, comprei um Nintendo 3DS só para jogar novamente essa maravilha. É impossível não gostar desse jogo, uma verdadeira aventura por Hyrule com Link viajando pelo tempo. Que maravilha, meus amigos.

É isso. Essa foi a minha lista. Como seria a lista de vocês? Coloquem nos comentários!
TOP 10 - Os Games da Minha Vida TOP 10 - Os Games da Minha Vida Reviewed by Thiago Sena on 4/24/2016 08:05:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário