Header AD

O Pistoleiro do Diabo


Em 1973, chega aos cinemas o filme High Plains Drifter, no Brasil batizado como O Estranho Sem Nome e em Portugal, O pistoleiro do diabo. Película dirigida e protagonizada por Clint Eastowood. Trata-se na verdade de seu segundo trabalho como realizador, ele resolve realizar um western.

Podemos entender o filme como uma grande homenagem ao cinema de Sergio Leone e do western spaghetti, como A trilogia por um punhado de dólares, filmes que consagraram Eastwood como ator galã. O pistoleiro do diabo, de início, apresenta-nos seu personagem como um andarilho que vaga pelas cidades, até chegar a cidade do Lago, onde rebela-se contra três pistoleiros e acaba ficando na cidade para ensinar seu povo a se proteger e também para usufruir de vário prestígio, tanto entre as mulheres como em relação à bebida.


Como o protagonista não possui nome, podemos inicialmente associar ao consagrado personagem vivido pelo próprio Eastwood nos filmes do Sergio Leone, porém suas atitudes são completamente diferentes das do personagem dos filmes do diretor italiano. Assim, podemos conceber dois caminhos: ou a história não tem nada a ver com a trilogia do Leone; ou o filme se passa anos depois e temos um personagem completamente descaracterizado. Na verdade, o personagem sem nome aproxima-se mais do personagem vivido por Eastwood em seu filme  Os Imperdoáveis (Unforgiven), de 1992.

A história é bem contada e o clima tenso e o caráter sobrenatural predominam no filme. O personagem sem nome parece ser acoberto por uma aura que o torna inatingível, todas as tentativas de prejudica-lo acabam sofrendo revés. As personagens femininas não são aprofundadas, servem apenas para uma tentativa de par amoroso.


Tecnicamente o filme não deixa nada a desejar em relação aos outros westerns, por se tratar somente de uma homenagem, os exageros presentes nos filmes de western spaghetti são mais contidos aqui, mas somos brindados com longos planos gerais e uma bela cena de duelo no final, contudo o filme fica devendo um pouco na trilha sonora, apresentada de maneira muito tímida.

Trata-se de um bom filme de western. Como se trata do primeiro trabalho de realização de Eastwood com westerns o filme se torna um marco, é possível reconhecer nele, ainda que de forma embrionária, elementos que serão mais desenvolvidos em uma de suas obras-primas, Os Imperdoáveis.

Leia também nossos outros textos sobre o gênero faroeste:




O Pistoleiro do Diabo O Pistoleiro do Diabo Reviewed by Thiago Sena on 6/21/2016 06:23:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário