Header AD

O Contador


Fui assistir O Contador (The Accountant, 2016), filme estrelado por Ben Affleck, sem um mínimo de expectativa, parecia ser uma boa escolha para um filme de sábado à noite. E, pra minha surpresa, a escolha se mostrou acertada. O filme entrega bem o que propõe, surpreendendo o expectador em alguns momentos e entregando clichês do gênero em outros.

Uma frase dita por uma certa personagem: “você gosta de quebra cabeça?”, parece ser um bom resumo para o filme. Ele brinca com o expectador, recheado de flashbacks, o filme volta o tempo todo para mostrar a infância do protagonista do filme, a maneira como ele foi criado e as escolhas que os pais fizeram. O flashback é bem utilizado e é necessário para a narrativa, mas o risco foi alto, pois geralmente é um recurso que pode deixar o filme autoexplicativo demais. A trama tem três núcleos, o do personagem principal, o do antagonista e o das autoridades que tentam solucionar o caso do contador. Talvez esse último núcleo, dentro dos aspectos dramatúrgicos, tenha ficado um pouco perdido, eu não consegui entender o real motivo de eles estarem ali, sendo, portanto facilmente removível sem alterar muito a história.


No tocante a decoupagem, o filme é muito bem dirigido, as cenas de ação são convincentes, violentas e quando necessário, engraçadas. O filme nunca fica pesado demais, é um filme leve, divertido. A trilha sonora acompanha a decoupagem, escolhida a dedo para cada cena, o encaixe é muito bem construído. E a fotografia e iluminação do filme é bem trabalhada, destacando as cenas noturnas. 

O elenco convence, principalmente para Ben Affleck que apresenta uma atuação contida, mas poderosa. O restante do elenco está muito bem, não há uma atuação que esteja comprometida. Na realidade há alguns diálogos mal construídos, mas nada que prejudique totalmente a atuação de um ou de outro.


O contador é um filme que peca um pouco pelo ritmo, sendo muito longo, talvez diminuindo a trama policial pudesse deixar o filme mais interessante nesse sentido. Suas reviravoltas e sua temática, além das atuações, são o ponto alto do filme. O filme pode incomodar pelas ações altruístas do personagem principal, em especial, por sabermos o que ele faz, e da maneira um pouco exagerada que isso foi construído, contudo isso contribui para entregar um personagem com maior profundidade.

----

Thiago Sena
Estudante de cinema formado em Letras. Apaixonado por literatura, poesia, pintura, filmes do Bruce Lee, do Tarantino e do Clint Eastwood. Fã nº1 e consumidor excessivo de Coca-Cola, bacon e planos-sequência. Exímio conhecedor de pastéis.
O Contador O Contador Reviewed by Thiago Sena on 11/01/2016 06:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário