Header AD

ReLife - Uma nova chance

Errar faz parte da vida. Nós aprendemos com nossos erros. No entanto, há situações na vida em que os erros podem te levar por caminhos inimagináveis, caminhos esses que podem ser bons ou extremamente ruins. Quando percebemos que fazemos uma escolha ruim na nossa vida, muitas vezes só queremos uma chance de mudar. A premissa da ReLife é dar a essa chance pra você.


A comic seinen (definição dada aos mangás voltados para o público masculino entre os 18 a 40 anos) é escrita e desenhada por Yayoiso e publicado desde 2013 pela editora NHN PlayArt (online) e pela Earth Star Entertainment (fisico). Com 7 volumes publicados até hoje, a comic esteve entre os top 10 de novos mangás mais vendidos de 2014, foi indicado para o 39th Kodansha Manga Award (que premia os melhores mangás do ano) e acumulou mais de 1 milhão de cópias vendidas no mundo.

ReLife conta a história de Kaizaki Arata, que personifica o conceito de neet: um jovem japonês formado que não conseguiu se consolidar em nenhum emprego em sua vida, ficando com o currículo ‘sujo’ em um país onde reina a tradição de se manter por muitos anos em uma empresa. A situação muda quando um estranho homem oferece para Arata uma proposta irrecusável: “e se ele tivesse a chance de voltar a ser um adolescente e vivesse novamente o 3º ano do ensino médio?”. O homem que oferece essa chance de mudança, se chama Yoake Ryo, funcionário de uma empresa ‘secreta’ chamada ReLife, que tem como objetivo reinserir pessoas com dificuldade de socialização de volta à sociedade. Entretanto, o experimento ReLife tem duas regras fundamentais:

1 - Se algum aluno ou alguma pessoa que conviva com a cobaia acabar descobrindo sobre o experimento, ele será encerrado na hora e as memórias da cobaia serão apagadas, bem como a cobaia não garantirá o seu emprego;

2 - Após o experimento, todas as pessoas com quem a cobaia conviveu durante o ano de experimento terão suas memórias apagadas;

Kaizaki Arata aceita ser uma cobaia do ReLife e é aí que fica interessante.




ReLife é uma obra cheia de camadas. Num primeiro momento, você se depara com as aventuras de um adulto no meio de um monte de adolescentes vivendo sua vida pacata. Com toda sua experiência, Arata sabe que o futuro é bem mais cruel do que aqueles jovens imaginam e isso faz com que ele se veja bem deslocado no ambiente escolar. Essa falta de encaixe ao ambiente gera situações diversas, tornando a narrativa leve e cômica a medida que Arata vai se adaptando a sua nova realidade. Mas, também é muito mais que isso. A experiência de vida que Kaizaki possui ajuda a resolver os dramas pessoais de seus colegas, e é aí que está o ponto central da obra: Arata percebe que os laços e a ajuda ao próximo é a forma como ele pode melhorar como pessoa. As situações diárias sempre ensinam uma pequena lição ao personagem, que vai se transformando à medida que a trama avança. O autor trabalha muito bem essas situações de forma que o leitor sente o peso do drama vivido pelos personagens, que conversam ao mesmo tempo com o adolescente e com o adulto que vivem em conflito dentro de cada pessoa.

Ainda, ReLife traz a tona uma reflexão interessante: você faria laços com pessoas que irão lhe esquecer dentro de um tempo pré-estabelecido? O drama do esquecimento assombra o protagonista a todo momento, dando um tom mórbido em diversos diálogos do mangá, escurecendo a tonalidade dos quadros e dos balões de diálogo para causar um baque nos sentimentos do leitor, devido ao contraste com as cores vívidas e vibrantes das partes cômicas da obra.



A obra sabe mesclar momentos de humor e drama na proporção certa, apresentando-se como uma grande montanha russa no qual os sentimentos do leitor embarcam, que discute com maestria questões como empatia, maturidade e aprendizado em coisas simples da vida. Ensina o leitor a valorizar os laços que possui e o leva a entender que suas atitudes têm impacto profundo na vida das pessoas ao seu redor. É uma leitura fluida e uma experiência que definitivamente vale a pena ser experimentada por todos os amantes de uma boa história em quadrinhos.

ReLife ainda não possui publicação física no Brasil, no entanto pode ser lido na íntegra no serviço de streaming Crunchyroll, que também possui o anime de 13 episódios baseado nos primeiros arcos da comic. Um filme live action foi lançado no começo de 2017 e pode ser encontrado internet afora.

----

Anderson Pontes.
Divide seu tempo entre ser um caçador de castas Clow e um cientista nas horas vagas. Não é muito de assistir filmes pois acredita que os mangás não se lerão sozinhos. Canta todas as músicas da dupla Sandy & Júnior e dança todas as coreografias do Back Street Boys quando está bêbado. Quando está sóbrio também. 

ReLife - Uma nova chance ReLife - Uma nova chance Reviewed by Mylla Fox on 9/29/2017 12:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário