Header AD

5 animações dirigidas por mulheres



Todos nós já sabemos, ou pelo menos deveríamos saber, que a indústria cinematográfica global é praticamente dominada por homens. A escola de cinema norte-americana, New York Film Academy, fez um levantamento com os 500 filmes mais bem sucedidos entre 2007 e 2012 e comprovou que a desigualdade de gênero está presente nesse meio de diversos modos: pouca representatividade feminina nas telas, desigualdade salarial e baixa atuação das mulheres nos bastidores. Um relatório chamado The Celluloid Ceiling: Behind-the-Scenes Employment of Women on the Top 100, 250, and 500 Films of 2017 mostrou que nos 250 melhores filmes de 2017 a participação das mulheres nas equipes como um todo foi de 18% e desse número, apenas 11% delas apareceram ocupando o cargo de direção. 

Quando se fala na participação feminina em filmes de animação, essa desigualdade de gêneros também está presente. Esse mesmo relatório mostrou que dos 500 filmes analisados, a maior participação das mulheres, por gênero cinematográfico, foi em documentários (30%), enquanto nas animações, a atuação feminina foi de apenas 19%. Sendo assim, uma informação que vale ser dita aqui, é a de que existe uma organização chamada Women in Animation que tem como objetivo promover, apoiar e estimular a participação das mulheres na área de animação, através de palestras, divulgação de vagas e distribuição de bolsas de estudo. Uma das ações dessa organização chama-se “50/50 até 2025” que tem como objetivo fazer com que a participação criativa em núcleos de animação seja igual entre homens e mulheres, pois atualmente 60% dos estudantes de escolas de animação são mulheres, mas apenas 20% dos cargos criativos são ocupados por elas. 

Diante de todos esses dados, decidi fazer uma lista com alguns filmes de animação dirigidos por mulheres, tanto para dar visibilidade a essa informação que pode acabar passando batido para muita gente, quanto para prestigiar o trabalho delas e mostrar que é possível chegar lá. 



(2001)


Sim, o filme sobre o ogro foi dirigido por uma mulher. É tão comum vermos filmes com protagonistas femininas dirigidos por homens que quando acontece o contrário, a gente precisa dar um destaque, né? O filme conta a história de Shrek, um ogro que vive num pântano e tem seu território invadido a mando de Lord Farquaad, que garante devolver seu pântano caso ele aceite resgatar a Princesa Fiona, com quem o Lord pretende se casar. Shrek foi o primeiro filme a ganhar o Oscar de melhor animação. O nome da diretora dessa obra é Vicky Jenson. Ela dirige filmes de animação e também de live action. Vicky é considerada uma das diretoras mais inspiradoras de Hollywood. Ela também dirigiu O Espanta Tubarões (Shark Tale, 2004), outro filme de animação bastante conhecido.


(Brave, 2012)


O filme produzido pela Pixar conta a história de Merida, uma princesa que foi ensinada pela sua mãe a ser a sucessora do reino e tornar-se rainha, mas que está determinada a trilhar seu próprio caminho. Uma competição é realizada para que o pretendente da princesa seja escolhido. Contrariada, Merida decide recorrer a um bruxa e pede que ela faça um feitiço que mude a ideia de sua mãe. O feitiço não acontece da maneira que ela imaginava e agora Merida tem que ajudar a salvar sua mãe. O longa foi dirigido por Brenda Chapman que além de diretora, é também escritora e faz storyboards. Foi a primeira mulher a dirigir um longa animado de grande estúdio, sendo ele O Príncipe do Egito (The Prince of Egypt, 1998) da DreamWorks. Ela trabalhou em outras animações famosas, como A Pequena Sereia (The Little Memaid, 1989), O Rei Leão (The Lion King, 1994) e A Fuga das Galinhas (Chicken Run, 2000).


(Frozen, 2014)


Acompanhada de um vendedor de gelo, a princesa Anna sai em uma jornada pelas montanhas de gelo, para encontrar sua irmã Elsa, cujos poderes congelantes condenaram o reino de Arendelle a um inverno eterno. O filme foi dirigido por Jennifer Lee, cineasta, dubladora e roteirista. Ela também co-escreveu o roteiro para o filme Detona Ralph (Wreck-It Ralph, 2012). Jennifer é a primeira diretora de um filme da Disney e também a primeira mulher a dirigir um longa que arrecadou mais de 1 bilhão de dólares em bilheterias. 


(Loving Vincent, 2017)


O filme de animação que conta a história do pintor holandês Van Gogh, ficou conhecido como o primeiro longa totalmente pintado à mão. Foram 125 artistas de diversos lugares do mundo que trabalharam para pintar os 65.000 quadros do filme. Foi dirigido por Dorota Kobiela, uma produtora e animadora polonesa. Foi indicada ao Oscar de melhor animação nessa edição de 2018, mas infelizmente não levou o prêmio


(2017)


O longa conta a história de Parvana, uma jovem que vive no Afeganistão governado pelo Talibã. Quando seu pai é preso injustamente, ela precisa se disfarçar de menino para poder trabalhar e não deixar que sua família morra de fome. O filme aborda um assunto muito triste e importante que retrata a dura realidade de quem vive num regime opressor. Essa animação foi dirigida por Nora Twomey, que é uma cineasta e animadora irlandesa. The Breadwinner concorreu na categoria de melhor animação do Oscar desse ano. Nora também trabalhou em Uma Viagem ao Mundo das Fábulas (The Secret of Kells, 2009) e A Canção do Oceano (Song of the Sea, 2014) ambos indicados aos Oscar de melhor animação.

----

Carolina Carlini
Formada em Cinema e Audiovisual Carlini, ou Carolcol para os íntimos, é animadora, roteirista e dona das melhores tiradas no site Twitter. Por fora parece a Docinho mas por dentro é a Lindinha das Meninas Super Poderosas, inclusive no tamanho. Carol é a única pessoa do mundo que nunca viu Dragonball e não entende quem não acha graça do Último Programa do Mundo.
5 animações dirigidas por mulheres 5 animações dirigidas por mulheres Reviewed by Elvio Franklin on 4/30/2018 12:00:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário