Header AD

Os 10 filmes mais esperados da segunda metade de 2018



O trem do hype  sempre dá uma desacelerada na segunda metade do ano, e neste especialmente, em que muita coisa foda (algumas nem tanto) estreou do começo do ano até aqui parece que esse segundo semestre deu uma esfriada. Mas não se engane, tem bastante coisa - que pode ser - interessante vindo por aí, os filmes que estiveram nos grandes festivais como Cannes, Sundance e Berlim vão começar a entrar em cartaz (a esperança é a última que morre) e alguns filmes que pretendem aparecer no Oscar do ano que vem já começam a aparecer aqui e acolá. Então reuni aqui alguns dos filmes que mais me animam pra esses últimos meses de 2018 levando em consideração que podem sempre aparecer surpresas e decepções neste percurso, o importante é manter esse trem correndo suave. Então pega seu caderninho e anota as datas de estreias.


(Mowgli)
10 de outubro

Mogli: O Menino Lobo (The Jungle Book) estreou em 2016 agradando alguns e outros nem tanto, com um elenco de vozes inacreditável, o filme, querendo ou não, causou um estardalhaço por seus efeitos visuais que lhe renderam um merecido Oscar na categoria. Mas agora é a vez do mago da captura de movimento Andy Serkis entrar em ação com sua própria versão da história. Enquanto o filme de 2016 tinha como maior inspiração o belíssimo longa animado da Disney de 1967, este novo filme promete uma trama mais realista e sombria, e conta ainda com um elenco de vozes que chega a se igualar com seu antecessor, com nomes de peso como Cate Blanchett, Benedict Cumberbatch, Christian Bale e o próprio Serkis.




01 de novembro

Há muito já se falava sobre uma adaptação para os cinemas da vida do imortal Freddie Mercury e de sua banda, Queen. Desde 2010, para ser mais exato. Alguns problemas com a família do falecido músico atrasaram este feito, falava-se até mesmo em termos o irreverente Sacha Baron Cohen no papel principal, tendo o próprio ator demonstrado interesse no filme, mas acabou não acontecendo. Até que, reservadas algumas condições, os familiares e os membros da banda deram o aval para que Brian Synger tocasse o projeto. No entanto, novos desentendimentos, dessa vez no set de filmagens, levaram os produtores a demitir Singer, alegando que o mesmo se ausentava demasiadamente além de entrar em conflito com parte do elenco. Tudo isso matou as esperanças de o filme ser finalizado, mas eis que, de repente, surge um teaser emocionante com um Rami Malek inacreditável no papel de Freddie e as esperanças reascenderam. Outro diretor, Dexter Fletcher, foi contratado para finalizar as filmagens e estar na pré-produção. A estreia do filme foi confirmada para novembro. Oremos.




(The House that Jack Built)
08 de novembro

Lars von Trier é um nome que de imediato me gera interesse. É fato que o diretor dinamarquês está sempre nos holofotes por alguma polêmica ou alguma merda que tenha dito, mas também é fato que seus filmes geralmente trazem uma boa reflexão, seja para o bem ou para o mal, legando ao cineasta adjetivos como "pretensioso" ou "pedante". Este último trabalho, como sempre, foi alvo de vários boatos, como o esvaziamento de público em sua exibição em Cannes (o que já era de se esperar), mas com a liberação do trailer dá pra ver que, mais uma vez, o diretor nos traz questões bem interessantes, como a pulsão violenta do ser humano, algo já abordado de alguma forma em sua filmografia anterior.



(Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald)
15 de novembro

Desde que vimos, aliviados, que expandir o universo de Harry Potter deu muito certo com Animais Fantásticos e Onde Habitam (Fantastic Beasts and Where to Find Them, 2016) que estamos ansiosos pelo prosseguimento das aventuras de Newt Scamander e sua maleta cheia de criaturas mágicas. E quando confirmou-se a presença do jovem Dumbledore (que será interpretado por Jude Law) e soubemos que poderíamos ter um vislumbre do lendário combate entre este e Gellert Grindelwald (que contrariando quase todo mundo será Johnny Depp), um dos piores bruxos de todos os tempos, não teve fã de Harry Potter no mundo que não marcasse a data de lançamento do filme no calendário e começasse a contar os dias quase como Harry em suas férias na casa dos Dusley.



(BlacKkKlansman)
22 de novembro

Na década de 70 um policial negro do Colorado consegue se infiltrar na Ku Klux Klan. Só essa linha já seria mais do que suficiente pra me deixar ansioso pelo novo filme de Spike Lee, que levou o grande prêmio do Juri no Festival de Cannes deste ano.


(Widows)
29 de novembro

Os ótimos Fome (Hunger, 2008) e Shame (2011) rapidamente fizeram o diretor Steve McQueen despontar como uma das grandes promessas da época, até que após sua indicação ao Oscar por melhor direção em 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave, 2013), (que levou a estatueta por melhor filme do ano) MacQueen deu uma sumida, dirigindo apenas alguns poucos curtas nos últimos cinco anos. Agora o inglês faz seu retorno triunfal em um filme de tirar o fôlego e com um elenco de encher os olhos, liderado pela magistral Viola Davis. E como se não bastasse o roteiro é assinado por ninguém mais ninguém menos do que Gillian Flynn, escritora dos romances que deram origem a Garota Exemplar (Gone Girl, 2014) e da recente série da HBO Sharp Objects (falamos sobre o livro aqui)



(The Meg)
Estreia: 09 de agosto

Jason Statham e tubarão gigante. Próximo!



ainda sem data de estreia

O clássico do giallo Suspiria de 1977 do mestre Dario Argento é um dos meus filmes de horror preferidos de todos os tempos, então foi natural eu ter virado os olhos quando soube que um remake do filme estava sendo preparado em Hollywood. Mas depois de ver o trailer, e pensar nos últimos trabalhos do diretor Luca Guadagnino, como Me Chame Pelo Seu Nome (Call Me by Your Name, 2017) e Um Mergulho no Passado (A Bigger Splash, 2015) (este último também um remake) confesso que um brilho de esperança surgiu nestes meus olhos virados. Mas o que me animou mesmo foi ver a presença da maravilhosa Tilda Swinton (parceira de longa data de Guadagnino) que por si só já me causa arrepio.



ainda sem data de estreia

Entre os motivos que eu tenho para estar ansioso para Wildlife estão principalmente a presença de dois dos atores que mais me têm chamado atenção nos últimos tempos, a Carey Mulligan e o Jake Gyllenhaal, e a curiosidade por ver o Paul Dano pela primeira vez como diretor, em um trabalho que foi bastante elogiado este ano nos festivais de Cannes e Sundance. O filme, baseado no romance Vida Selvagem de Richard Ford, conta sobre Joe (Ed Oxenbould), um garoto que assiste o desmoronamento de sua família sem saber o que fazer.
O filme deve estrear apenas em outubro, em circuito fechado nos EUA, então é possível que a estreia em terras brasileiras fique só para 2019, mas vamos torcer para que possamos ver essa belezinha o mais breve possível.



ainda sem data de estreia

Basta dar uma olhada no trailer de Sorry to Bother You pra instantaneamente ficar com vontade de ver o filme que marca a estreia na direção do rapper Boots Riley. A trama gira em torno de Cassius (Lakeith Stanfield, sugiro ficar de olho nesse rapaz), um operador de telemarketing afro americano que descobre que o segredo do sucesso é usar sua "voz de branco". Já tem grandes chances de ser uma das melhores comédias do ano só por parecer ter o mesmo humor da ótima série Atlanta (falamos sobre ela aqui) que, diga-se de passagem, também conta com Stanfield no elenco.




Menções honrosas:

Robin Williams: Come Inside My Mind (06 de agosto); Você Nunca Esteve Realmente Aqui (09 de agosto); O Animal Cordial (09 de agosto) The Tale (18 de agosto); Te Peguei (23 de agosto); Os Jovens Titãs em Ação! nos Cinemas (30 de agosto); Hotel Artemis (30 de agosto); O Grande Circo Místico (06 de setembro); Kin (06 de setembro); Crimes em Happytime (06 de setembro); O Predador (13 de setembro); Venom (04 de outubro); O Primeiro Homem (11 de outubro); Ponto Cego (11 de outubro); Halloween (25 de outubro); Maus Momentos no Hotel Royale (25 de outubro); O Quebra-Cabeça (01 de novembro); Millennium: A Garota na Teia de Aranha (08 de novembro); Aquaman (13 de dezembro); Máquinas Mortais (13 de dezembro); A Vida em Si (13 de dezembro); Guerra Fria (20 de dezembro); Bumblebee (25 de dezembro).

Filmes que ainda não tem data de estreia, mas que podem (e deveriam) chegar por aqui ainda esse ano:


----

Elvio Franklin
Estudante de cinema formado em História. É viciado em listas, roer as unhas e em assistir mais filmes e séries do que parece ser possível. Tem mais projetos do que tem tempo pra concretizá-los. Odeia filmes de dança, mas ama Dirty Dancing. Apaixonado por western, filmes de gangster e distopias.

Os 10 filmes mais esperados da segunda metade de 2018 Os 10 filmes mais esperados da segunda metade de 2018 Reviewed by Elvio Franklin on 7/16/2018 04:10:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário